Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

DIFERENÇA ENTRE ROBOTS E INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

DIFERENÇA ENTRE ROBOTS E INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL
5 (100%) 6 votes

Robots e inteligência artificial servem para propósitos muito diferentes. No entanto, muitas vezes as pessoas ficam confusas. Muitas pessoas se perguntam se robots é um subconjunto de inteligência artificial ou se eles são a mesma coisa.

Você pode não perceber ou não saber, mas em apenas um dia é provável que tenha esbarrado em vários sistemas de inteligência artificial: navegando por algum site de e-commerce ou interagindo com as páginas das suas marcas preferidas nas mídias sociais. O caminho traçado pelos consumidores na web e as marcas deixadas quando se está online importam (e muito) para as empresas, que hoje adotam práticas para buscar no comportamento dos consumidores as respostas para as suas decisões.

 

Os robots e a inteligência artificial são a mesma coisa?

 

 

A primeira coisa a esclarecer é que a robots e a inteligência artificial não são a mesma coisa. Na verdade, os dois campos são quase inteiramente separados.

 

O que são robots?

 

 

A robótica é um ramo da tecnologia que lida com robôs. Os robôs são máquinas programáveis ​​que normalmente são capazes de realizar uma série de ações de forma autônoma ou semiautônoma.

Existem três fatores importantes que constituem um robô:

Os robôs interagem com o mundo físico através de sensores e atuadores.
Os robôs são programáveis.
Os robôs são geralmente autônomos ou semiautônomos.
Os robôs são “geralmente” autônomos porque alguns robôs não são. Os Tele-robots, por exemplo, são inteiramente controlados por um operador humano, mas a tele-robótica ainda é classificada como um ramo da robótica. Este é um exemplo em que a definição de robótica não é muito clara.

É surpreendentemente difícil conseguir que os especialistas concordem exatamente com o que constitui um “robô”. Algumas pessoas dizem que um robô deve poder “pensar” e tomar decisões. No entanto, não existe uma definição padrão de “pensamento do robô”. Exigir que um robô possa “pensar” sugere que ele possui algum nível de inteligência artificial.

No entanto, você escolhe definir um robô, à robótica envolve o projeto, construção e programação de robôs físicos. Apenas uma pequena parte dela envolve inteligência artificial.

O que é a Inteligência Artificial?

 

 

A Inteligência Artificial (AI) é um ramo da informática. Envolve o desenvolvimento de programas para completar tarefas que, de outra forma, exigiriam inteligência humana. Os algoritmos de AI podem enfrentar a aprendizagem, a percepção, a resolução de problemas, a compreensão da linguagem e/ou o raciocínio lógico.

AI é usado de muitas maneiras no mundo moderno. Por exemplo, os algoritmos AI são usados ​​nas pesquisas do Google, no mecanismo de recomendação da Amazon, no oferecimento de conteúdo a serem mostrados na timeline da sua rede social. A maioria dos programas AI não são usados ​​para controlar robôs.

Mesmo quando a AI é usada para controlar robôs, os algoritmos são apenas parte do sistema robótico maior, que também inclui sensores, atuadores e programação não-AI.

Muitas vezes – mas nem sempre – AI envolve algum nível de aprendizagem de máquina, onde um algoritmo é “treinado” para responder a uma determinada entrada de uma certa maneira usando entradas e saídas conhecidas.

O aspecto chave que diferencia AI da programação mais convencional é a palavra “inteligência”. Programas não-AI simplesmente executam uma sequência de instruções definida. Os programas AI imitam algum nível de inteligência humana.

 

Quais são os robots artificialmente inteligentes?

 

 

Robots artificialmente inteligentes são a ponte entre a robótica e a AI. Estes são robôs que são controlados por programas de AI.

Muitos robôs não são artificialmente inteligentes. Até recentemente, todos os robôs industriais só podiam ser programados para realizar uma série repetitiva de movimentos. Como discutimos, movimentos repetitivos não requerem inteligência artificial.

Os robôs não inteligentes são bastante limitados em suas funcionalidades. Os algoritmos AI são muitas vezes necessários para permitir que o robô execute tarefas mais complexas.

Como você pode ver, os robots e a inteligência artificial são realmente duas coisas separadas. A robótica envolve a construção de robôs, enquanto o AI envolve a inteligência de programação.

 

Gostou do Artigo?? Deixe o seu comentário e compartilhe com os amigos.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
%d blogueiros gostam disto: