Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

FACEBOOK TESTA ASSINATURA PARA EM GRUPOS

FACEBOOK TESTA ASSINATURA PARA EM GRUPOS
5 (100%) 8 votes

Em troca de conteúdo exclusivo, administradores de grupos poderão cobrar de US$ 5 a US$ 30

 

Facebook anunciou nesta quarta-feira (20) que permitirá aos administradores de grupos cobrarem por conteúdos exclusivos. A rede social já está testando o sistema com um pequeno número de grupos, que podem lançar vídeos, fotos, tutoriais e outros posts especiais para os assinantes.

A ferramenta funcionará como um subgrupo dentro do grupo principal, com acesso restrito a quem paga a mensalidade. Os preços variam de US$ 4,99 (cerca de R$ 18 em conversão direta, que exclui impostos brasileiros) a US$ 29,99 (cerca de R$ 110).

Facebook começa a testar cobrança de mensalidade em grupos  (Foto: Divulgação/Facebook)Facebook começa a testar cobrança de mensalidade em grupos  (Foto: Divulgação/Facebook)

 

Facebook começa a testar cobrança de mensalidade em grupos

Segundo o comunicado oficial da plataforma, a ideia é permitir que os administradores dediquem ainda mais tempo aos grupos do Facebook. Assinado por Alex Deve, diretor de produto para grupos, o post afirma que a remuneração foi pedida por pessoas que mantêm grupos como forma de permitir mais investimentos na comunidade.

Um exemplo prático do funcionamento pode ser apreendido através do “Declutter My Home”, um dos grupos participantes da fase de testes. A administradora, Sarah Mueller, está lançando o subgrupo “Organize My Home”. Com assinatura mensal de US$ 14,99, a comunidade paga contará com listas de tarefas e permitirá que seus membros trabalhem em projetos juntos.

Grupo de Facebook apenas para assinantes tem conteúdos exclusivos  (Foto: Divulgação/Facebook)

Grupo de Facebook apenas para assinantes tem conteúdos exclusivos (Foto: Divulgação/Facebook)

Valores das mensalidades no Facebook

 

Os valores variam muito,entre R$ 17,70 e R$ 112,90.

 

A margem grande se deve ao fato de que cada grupo oferece algo, sendo assim, quem oferecesse um conteúdo mais amplo, diferenciado, custaria mais. Aqueles grupos com conteúdo mais simples, teria um menor valor para a assinatura. O usuário que entrar para um destes grupos e pagar a mensalidade passa a ter acesso a vídeos, tutoriais e outros conteúdos que sejam importantes para ele.

Um bom exemplo para entender a importância é no caso de uma pessoa precisar de dicas ou informações sobre consertos mais simples para casa. Uma pintura, como acabar com uma infiltração na parede, trocar a resistência queimada do chuveiro, entre outros. Entrando em um grupo exclusivamente sobre esse assunto, o usuário do Facebook pagaria uma mensalidade, mas em compensação, teria vídeos e tutoriais ensinando a fazer tudo isso, além de poder esclarecer eventuais dúvidas no próprio grupo.

Google x Facebook

 

 

Grupos do Facebook

 

 

Ninguém sabe se isso dará certo e será implementado no futuro, afinal, quando um internauta tem dúvida, vai direto no Google e faz uma pesquisa. A diferença é que no Google a pessoa encontra milhares de sites e nem todos trazem a resposta que ela precisa, sendo necessário ficar acessando vários até que finalmente encontre o que precisa. Mesmo assim, algumas vezes o problema não é solucionado. Esses grupos seriam mais objetivos, garantidos e rápidos para encontrar a solução. Por isso o Facebook acredita nesse novo formato.

Alex Deve, diretor de grupos do Facebook, informou que essa novidade vem sendo implantada aos poucos, justamente para os usuários se acostumarem. Um dos grupos que já conta com essa monetização disponibiliza uma relação de tarefas e existe a possibilidade de trabalhar com outros membros. O valor da assinatura para esse grupo é de R$ 56,40.

 

 

A ideia pode incentivar as comunidades dentro da plataforma a se sofisticarem, à medida que com bom planejamento, muitos usuários poderão fazer renda suficiente para se dedicarem a essas atividades administrativas na rede, como muitos já fazem com o YouTube, Twitch, e outros. Porém, os valores podem desagradar em um primeiro momento, principalmente porque a taxa não é única, e varia de grupo para grupo, dependendo da vontade dos administradores dos mesmos.

Gostou do Artigo?? Deixe o seu comentário e compartilhe com os amigos.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
%d blogueiros gostam disto: