Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

GOOGLE DESATIVA 250 MIL APPS

GOOGLE DESATIVA 250 MIL APPS
Avalie o artigo

GOOGLE PLAY CONTRA PROGRAMAS PROBLEMÁTICOS

O Google divulgou estatísticas sobre os esforços da empresa para manter loja de aplicativos oficial do sistema de celulares Android, a Play Store, livre de programas problemáticos ou indesejados. Segundo a empresa, 700 mil aplicativos cadastrados na loja foram identificados como ruins e 250 mil desenvolvedores foram banidos por violação das políticas da plataforma.

O Google desativa os apps, e  atribui parte desse resultado ao desenvolvimento de novas tecnologias que conseguem identificar reincidentes e analisar aplicativos usando técnicas de machine learning, na qual um sistema “aprende” a identificar semelhanças entre os programas maliciosos. O número de aplicativos bloqueados aumentou em 70% na comparação com o ano anterior, 2016.

Poucos desses aplicativos chegaram a aparecer na Play Store: segundo o Google, 99% dos aplicativos foram bloqueados ainda durante o processo de aprovação pelos quais os apps têm de passar antes de ficarem on-line na loja.

 

GOOGLE PLAY CONTRA PROGRAMAS PROBLEMÁTICOS

 

GOOGLE DÁ PRAZO PARA QUE ALGUNS APPS SEJAM ENQUADRADOS

 

Não foram informados números precisos sobre os tipos de aplicativos bloqueados. O Google informou, porém, que mais de 250 mil apps foram considerados impróprios por serem “imitadores”, ou seja, por tentarem se passar por outros aplicativos populares. Os usuários podem se confundir ao procurarem instalar um aplicativo famoso e acabar instalando uma imitação.

A ação tem por objetivo se livrar de toneladas de aplicativos sem sentido ou irregulares. Existem milhares e milhares de softwares chamados “zumbis”, que já estão online há anos sem serem atualizados, sendo que a maioria destes se tornaram inúteis nas versões atuais do Android. Por fim,  muitas vezes torna difícil encontrar o que você está procurando.

 

GOOGLE PLAY CONTRA PROGRAMAS PROBLEMÁTICOS

 

Não serão apenas aplicativos inativos que serão removidos. Alguns desenvolvedores talvez não se motivem a incluir uma política de privacidade para as atuais publicações, então muitos desses softwares provavelmente desaparecerão também. Saiba mais: Spotify: nova política de privacidade impõe renúncia a sigilo bancário

Ainda assim, vai demorar um pouco até que algo mude no portal de compra da empresa. No aviso aos desenvolvedores, foi concedido um prazo até 15 de março para adicionar uma política de privacidade clara aos produtos oferecidos. Portanto, teremos de esperar pelo menos um mês antes de vermos uma loja mais limpa.

 

Gostou do Artigo?? Deixe o seu comentário e compartilhe com os amigos.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
%d blogueiros gostam disto: